h1

Apostas para o Oscar 2013

22/02/2013

Depois de uma das campanhas pré-Oscar mais inconsistentes em muitos anos, com frequentes trocas de favoritos, finalmente chegamos aos últimos momentos que precedem a cerimônia mais badalada do cinema mundial. Não a mais importante ou artisticamente respeitável, mas com certeza a que recebe maior atenção da mídia e do mundo. E dessa vez, a alta imprevisibilidade quanto aos vencedores deixa a coisa muito mais interessante.

Vamos tentar deixar de lado a decisão tosca da Academia de continuar nessa de indicar entre 5 e 10 filmes. Vamos focar apenas nos indicados. Assim como no ano passado, dessa vez são 9 filmes.

MELHOR FILME

  • Amor
  • Argo
  • As Aventuras de Pi
  • Django Livre
  • A Hora Mais Escura
  • Indomável Sonhadora
  • O Lado Bom da Vida
  • Lincoln
  • Os Miseráveis

Vai vencer: Argo

Desde o começo das especulações sobre o futuro vencedor do Oscar, Argo estava no topo das apostas. Então Lincoln ganhou força. Depois As Aventuras de Pi. O Lado Bom da Vida e Indomável Sonhadora acompanhando todos o tempo todo, mas sempre como candidatos a indicação, nunca como prováveis vencedores. E em dezembro A Hora Mais Escura começou a ganhar os prêmios da crítica. Parecia que Kathryn Bigelow seria não apenas a primeira mulher a ganhar um Oscar de direção, mas também a segunda. (foi ela que ganhou com Guerra ao Terror). Mas aí começou toda aquela polêmica babaca de o filme supostamente defender o uso da tortura (uma ideia ridícula para qualquer pessoa que tenha visto o filme), e o favoritismo diminuiu. Então, os holofotes pareciam que estavam se voltando para Lincoln, a julgar pelas singelas 12 indicações do filme. Só que de repende Argo papou TODOS os prêmios relevantes pré-Oscar (PGA, DGA, WGA, SAG, BAFTA), com Ben Affleck inclusive sendo condecorado pelo sindicato dos diretores, mesmo nem tendo sido indicado a melhor diretor no Oscar. É esse detalhe que deixou tão interessante os metros finais da corrida do Oscar 2013. A última vez que um filme ganhou o Oscar sem ter sido sequer indicado a melhor direção foi em 1990, com Conduzindo Miss Daisy. Creio que Argo quebrará esse hiato de 23 anos.

Se Argo não levar, minha segundo aposta é Lincoln. Amor é a terceira.

Meu preferido é A Hora Mais Escura. Depois Argo. Depois Amor. Depois Django. Depois Pi. Depois O Lado Bom da Vida. Não vi Indomável Sonhadora, e realmente não quero que Lincoln ou Os Miseráveis ganhe.

MELHOR DIREÇÃO

  • Ang Lee, por As Aventuras de Pi
  • Benh Zeitlin, por Indomável Sonhadora
  • David O. Russell, por O Lado Bom da Vida
  • Michael Haneke, por Amor
  • Steven Spielberg, por Lincoln

Vai vencer: Steven Spielberg

Se Ben Affleck tivesse sido indicado, a vitória era dele. Como não foi, things are a mess, e acho que Spielberg leva a vantagem por seu filme contar com o maior número de indicações, e por ser Spielberg. Eu realmente gosto da ideia de Spielberg ganhar um terceiro Oscar. Mas não por Lincoln. Michael Haneke é um diretor brilhante que nunca havia sido indicado antes, e as 5 indicações de Amor mostrando que a Academia realmente gostou de seu filme. Considerando que o grande favorito da noite não compete nessa categoria, Haneke pode acabar levando o prêmio, o que seria uma das coisas mais lindas da história do universo conhecido pelo homem. E Ang Lee é um diretor cuja versatilidade impressiona sempre, e que certamente também mereceria vencer. Se os votos tomarem dois extremos, com Spielberg e Haneke, Lee é capaz de ganhar.

Meu preferido é Michael Haneke. Seguido de Ang Lee. Não sei quanto a Benh Zeitlin, e por mais que eu adore David O. Russell, acho que ainda não chegou a vez dele.

MELHOR ATOR

  • Bradley Cooper, por O Lado Bom da Vida
  • Daniel Day Lewis, por Lincoln
  • Denzel Washington, por O Voo
  • Hugh Jackman, por Os Miseráveis
  • Joaquin Phoenix, por O Mestre

Vai vencer: Daniel Day-Lewis

O cara não é um ator. O cara é uma força da natureza. Vai ganhar e se tornar o primeiro ator na História da Academia a ganhar um terceiro Oscar como protagonista. E por mais que eu considere a atuação de Joaquin Phoenix melhor, vou ficar mais do que feliz em ver Day-Lewis receber sua terceira estatueta.

MELHOR ATRIZ

  • Emmanuelle Riva, por Amor
  • Jennifer Lawrence, por O Lado Bom da Vida
  • Jessica Chastain, por A Hora Mais Escura
  • Naomi Watts, por O Impossível
  • Quvenzhané Wallis, por Indomável Sonhadora

Vai vencer: Emmanuelle Riva

Todos os ventos suspirados pelo Oscar Whisperer Harvey Weinstein parecem apontar para uma vitória de Jennifer Lawrence, MAS leiam os comentários do Pablo Villaça sobre essa categoria, pois concordo exatamente com o que ele diz. E mesmo não tendo visto Indomável Sonhadora, acho ridícula a indicação de Quvenzhané Wallis. Uma criança de 9 anos sendo indicada ao Oscar. Na boa, é uma ofensa ao trabalho de atrizes profissionais. Helen Mirren, Marion Cotillard ficando de fora pra dar vaga para uma “Hushpuppy”. De fato, um dia as crianças vão ler nos livros de História que uma Hushpuppy foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz.

Minha preferida é Emmanuelle Riva. Meu eu não ficaria chateado com a vitória de nenhuma das outras três indicadas.

MELHOR ATOR COADJUVANTE

  • Alan Arkin, por Argo
  • Christoph Waltz, por Django Livre
  • Philip Seymour Hoffman, por O Mestre
  • Robert De Niro, por O Lado Bom da Vida
  • Tommy Lee Jones, por Lincoln

Vai vencer: Christoph Waltz

Se em 2010 a vitória de Waltz por Bastardos Inglórios era uma das únicas certezas do Oscar daquele ano, agora é uma das maiores dúvidas. Junto com Melhor Direção, essa é provavelmente a categoria mais incerta de todas. Tommy Lee Jones me parece ser o outro candidato com mais chances. Mas talvez De Niro leve por essa ser sua primeira indicação em décadas e sua primeira interpretação digna de nota em muito tempo. Ou talvez Hoffman, por ser o melhor deles. E ninguém sabe o que Alan Arkin está fazendo aí.

Meu preferido é Hoffman, mas ficarei feliz com a vitória de qualquer um (menos Arkin).

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

  • Amy Adams, por O Mestre
  • Anne Hathaway, por Os Miseráveis
  • Helen Hunt, por As Sessões
  • Jacki Weaver, por O Lado Bom da Vida
  • Sally Field, por Lincoln

Vai vencer: Anne Hathaway

Uma das únicas certezas da noite. Jacki Weaver parece ter sido indicada apenas para O Lado Bom da Vida emplacar competidores em todas as categorias de atuação (algo que não acontecia há uma caçambada de tempo – não sei qual foi o último filme a conseguir tal feito). Helen Hunt tem uma ótima atuação em As Sessões, mas não ganhou nenhum prêmio importante, o que diminui em muito suas chances de vitória. Sally Field foi indicada porque Lincoln. Sua atuação é chatíssima e é de longe a pior entre as concorrentes. E minha amada Amy Adams se torna a segunda atriz com o maior número de indicações como coadjuvante na História da Academia, crédito compartilhado com outras três atrizes cujos nomes não me vem à mente no momento.

Minha preferida é Amy Adams. Mas acho a atuação de Hathaway em Os Miseráveis a melhor coisa do filme, e certamente será uma vitória merecida.

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

  • Amor (Michael Haneke)
  • Django Livre (Quentin Tarantino)
  • A Hora Mais Escura (Mark Boal)
  • Moonrise Kingdom (Wes Anderson e Roman Coppola)
  • O Voo (John Gatins)

Vai vencer: Amor

A Hora Mais Escura venceu praticamente todos os prêmios da categoria até o momento e sua vitória aqui, além de merecida, seria o bem-vindo prêmio de consolação para o filme. Mas Mark Boal venceu recentemente por Guerra ao Terror, e, como disse antes, a Academia parece realmente ter gostado de Amor – certamente mais do que de A Hora Mais Escura. Apostar em Haneke aqui é meu no guts no glory. Mas eu não me surpreenderia e tão pouco ficaria chateado se Tarantino levasse seu segundo tiozinho de ouro pra casa.

Meu preferido é A Hora Mais Escura. E Amor e Django. Moonrise Kingdom e O Voo não.

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

  • Argo (Chris Terrio)
  • As Aventuras de Pi (David Magee)
  • Indomável Sonhadora (Benh Zeitlin e Lucy Alibar)
  • O Lado Bom da Vida (David O. Russell)
  • Lincoln (Tony Kushner)

Vai vencer: Argo

É o favorito para ganhar Melhor Filme. Apenas natural que leve roteiro junto, ainda mais que o diretor não foi indicado. E é meu preferido.

MELHOR MONTAGEM

  • Argo (William Goldenberg)
  • A Hora Mais Escura (William Goldenberg e Dylan Tichenor)
  • As Aventuras de Pi (Tim Squyres)
  • O Lado Bom da Vida (Crispin Struthers e Jay Cassidy)
  • Lincoln (Michael Kahn)

Vai vencer: Argo

Vai na carona do Melhor Filme, além de ser uma vitória merecida, já que o longa conta com um dos clímax mais tensos de 2012. Adoro O Lado Bom da Vida, mas o trabalho dos montadores Crispin Struthers e Jay Cassidy realmente não é um dos chamativos do filme. Lincoln também não apresenta um trabalho de montagem muito desafiador. Vários filmes mereciam mais essas duas vagas. 007: Operação Skyfall e A Viagem, por exemplo.

Meu preferido é A Hora da Escuridão, mas ficarei feliz com a vitória de Argo. Não só porque o filme merece o prêmio, como o vencedor, em qualquer um dos casos, será o mesmo – William Goldenberg, que montou ambos.

MELHOR FOTOGRAFIA

  • 007: Operação Skyfall (Roger Deakins)
  • Anna Karenina (Seamus McGarvey)
  • As Aventuras de Pi (Claudio Miranda)
  • Django Livre (Robert Richardson)
  • Lincoln (Janusz Kaminski)

Vai vencer: As Aventuras de Pi

Ainda que o 3D não seja aplicado corretamente na maior parte do filme, a fotografia de Claudio Miranda é uma das coisas mais lindas que o cinema viu em 2012, e certamente guiará os votantes da Academia a marcar o nome do cinegrafista na cartela de votação. Robert Richardson não pode ganhar, pois venceu seu terceiro Oscar no ano passado. Sendo o filme de época da vez, Anna Karenina teria tudo para ganhar caso não houvesse As Aventuras de Pi com quem competir. E se Lincoln vencer aqui, será uma lavada (apesar de também se passar no passado, considero Lincoln um filme político e não um filme de época).

Meu preferido é 007: Operação Skyfall, não só porque é uma baita fotografia, mas porque já passou do tempo de Roger Deakins ganhar seu primeiro Oscar.

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE

  • Anna Karenina (Sarah Greenwood)
  • As Aventuras de Pi (David Gropman)
  • O Hobbit: Uma Jornada Inesperada (Dan Hennah)
  • Lincoln (Rick Carter)
  • Os Miseráveis (Eve Stewart)

Vai vencer: Anna Karenina

Ganhou o prêmio do sindicato dos diretores de arte e vai compensar tanto Orgulho e Preconceito quanto Desejo e Reparação terem perdido essa categoria. O Hobbit, apesar de ter uma ótima cenografia, pode ser encarado pelos velhinhos da Academia como “mais do mesmo”. As Aventuras de Pi nem deveria ter sido indicado – tem conceitos visuais interessantes, mas a esmagadora maior parte do filme se passe no mesmo cenário. A direção de Tom Hooper não permite ao espectador enxergar a direção de arte de Os Miseráveis. E Lincoln tem uma recriação de época competente, mas nada que justifique um Oscar.

Ainda não vi Anna Karenina, mas já é meu preferido pelo motivo explicado no parágrafo anterior.

MELHOR FIGURINO

  • Anna Karenina (Jacqueline Durran)
  • Branca de Neve e o Caçador (Colleen Atwood)
  • Espelho, Espelho Meu (Eiko Ishioka)
  • Lincoln (Joanna Johnston)
  • Os Miseráveis (Paco Delgado)

Vai vencer: Anna Karenina

Pelos mesmos motivos descritos acima.

MELHOR MAQUIAGEM

  • Hitchcock (Howard Berger, Martin Samuel e Peter Montagna)
  • O Hobbit: Uma Jornada Inesperada (Peter King, Rick Findlater e Tami Lane)
  • Os Miseráveis (Julie Dartnell e Lisa Westcott)

Vai vencer: Os Miseráveis

Eu queria apostar em O Hobbit, mas lembrei que Harry Potter perdeu para A Dama de Ferro e fiquei com medo.

MELHOR TRILHA SONORA

  • 007: Operação Skyfall (Thomas Newman)
  • Anna Karenina (Dario Marianelli)
  • Argo (Alexandre Desplat)
  • As Aventuras de Pi (Mychael Danna)
  • Lincoln (John Williams)

Vai vencer: As Aventuras de Pi

Já estava na hora de Mychael Danna ganhar o devido reconhecimento. Seu trabalho em As Aventuras de Pi é maravilhoso e certamente merece vencer. Por outro lado, também já passou da hora de Thomas Newman ganhar um Oscar, e em Operação Skyfall ele fez cair o queixo de todos que não acreditam na sua capacidade de compor uma trilha para um filme de ação. Argo foi indicado porque aparentemente Desplat tem sempre vaga garantida no Oscar faz cinco anos – e ele de fato merecia ser indicado, mas por A Hora Mais Escura.

Meu preferido é As Aventuras de Pi, mas ainda não ouvi o trabalho de Dario Marianelli para Anna Karenina.

MELHOR CANÇÃO

  • “Before My Time”, de Chasing Ice (J. Ralph)
  • “Everybody Needs a Best Friend”, de TED (Seth MacFarlane e Walter Murphy)
  • “Pi’s Lullaby”, de As Aventuras de Pi (Bombay Jayashri e Mychael Danna)
  • “Skyfall”, de 007: Operação Skyfall (Adele e Paul Epworth)
  • “Suddenly”, de Os Miseráveis (Alain Boublil, Claude-Michel Schönberg e Herbert Kretzmer)

Vai vencer: 007: Operação Skyfall

É a melhor canção e Adele está no auge da popularidade. Skyfall é o filme mais lucrativo da franquia do espião mais famoso do planeta, que já deveria ter vencido nessa categoria.

Mas Canção é a categoria mais bizarra do Oscar, então nunca se sabe.

MELHOR EDIÇÃO DE SOM

  • 007: Operação Skyfall (Karen M. Baker  e Per Hallberg)
  • Argo (Ethan Van der Ryn e Erik Aadahl)
  • As Aventuras de Pi (Eugene Gearty e Philip Stockton)
  • Django Livre (Wylie Stateman)
  • A Hora Mais Escura (Paul N.J. Ottosson)

Vai vencer: 007: Operação Skyfall

Ou As Aventuras de Pi. Tipo fotografia. Ou um, ou outro.

MELHOR MIXAGEM DE SOM

  • 007: Operação Skyfall (Greg P. Russell, Scott Millan e Stuart Wilson)
  • Argo (Gregg Rudloff, John T. Reitz e José Antonio García)
  • As Aventuras de Pi (Doug Hemphill, Drew Kunin e Ron Bartlett)
  • Lincoln (Andy Nelson, Gary Rydstrom e Ron Judkins)
  • Os Miseráveis (Andy Nelson, Mark Paterson, Simon Hayes)

Vai vencer: Os Miseráveis

Musicais tem uma tendência a vencer nessa categoria, e a mixagem de Os Miseráveis é brilhante. É meu preferido. Mas talvez Operação Skyfall leve a dobradinha de som, e eu não veria problema nisso.

MELHORES EFEITOS VISUAIS

  • As Aventuras de Pi (Bill Westenhofer, Donald Elliott, Erik De Boer e Guillaume Rocheron)
  • Branca de Neve e o Caçador (Cedric Nicolas-Troyan, Michael Dawson, Neil Corbould e Phil Brennan)
  • O Hobbit: Uma Jornada Inesperada (David Clayton, Eric Saindon, Joe Letteri e R. Christopher White)
  • Prometheus (Charley Henley, Martin Hill, Richard Stammers e Trevor Wood)
  • Os Vingadores (Daniel Sudick, Guy Williams, Janek Sirrs e Jeff White)

Vai vencer: As Aventuras de Pi

Por mais que as criaturas digitais de O Hobbit sejam sensacionais, e por mais que eu me arraste aos pés do que Joss Whedon fez em Os Vingadores, Richard Parker é imbatível. As Aventuras de Pi deve e merece vencer.

MELHOR ANIMAÇÃO

  • Detona Ralph (Rich Moore)
  • Frankenweenie (Tim Burton)
  • ParaNorman (Chris Butler e Sam Fell)
  • Piratas Pirados (Peter Lord)
  • Valente (Brand Chapman e Mark Andrews)

Vai vencer: Detona Ralph

Até antes do lançamento de Detona Ralph, pensei que finalmente havia chegado o dia de Tim Burton ganhar um Oscar (por Frankenweenie). E ficarei bem feliz se isso acontecer, mas não acho que venha ser em 2013. Detona Ralph tem de longe o melhor roteiro dentre os indicados, e a animação é um primor, mesmo não sendo da Pixar, que certamente não merece levar dessa vez por Valente, o filme mais fraco do estúdio.

Meu preferido é Detona Ralph. Mas seria legal ver ParaNorman ganhando. Ou Frankenweenie. Valente não. Piratas Pirados eu não vi, mas não conheço viv’alma que tenha gostado do filme.

MELHOR FILME EM LÍNGUA NÃO-INGLESA

  • O Amante da Rainha (Dinamarca)
  • Amor (Áustria)
  • Kon-Tiki (Noruega)
  • No (Chile)
  • War Witch (Canadá)

Vai vencer: Amor

Foi indicado até a Melhor Filme. Se não vencer aqui, é falha da Matrix.

MELHOR DOCUMENTÁRIO

  • 5 Broken Cameras (Emad Burnat e Guy Davidi)
  • The Gatekeepers (Dror Moreh, Estelle Fialon e Philippa Kowarsky)
  • How to Survive a Plague (David France e Howard Gertler)
  • The Invisible War (Amy Ziering e Kirby Dick)
  • Seaching For Sugar Man (Malik Bendjelloul e Simon Chinn)

Vai vencer: Searching For Sugar Man

Tem vencido a maioria dos prêmios da categoria. Mas me parece que, à exceção de 5 Broken Cameras, todos os indicados têm suas chances.

MELHOR CURTAMETRAGEM

  • Asad (Bryan Buckley, Mino Jarjoura)
  • Buzkashi Boys (Ariel Nasr e Sam French)
  • Curfew (Shawn Christensen)
  • Death of a Shadow (Ellen De Waele  e Tom Van Avermaet)
  • Henry (Yan England)

Vai vencer: Curfew

Feeling.

MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO

  • Adam and Dog (Minkyu Lee)
  • Fresh Guacamole (PES)
  • Head Over Heels (Fodhla Cronin O’Reilly  e Timothy Reckart)
  • Paperman (John Kahrs)
  • The Simpsons: The Longest Daycare (David Silverman)

Vai vencer: Head Over Heels

Feeling.

MELHOR CURTA DOCUMENTÁRIO

  • Inocente (Andrea Nix e Sean Fine)
  • Kings Point (Jedd Wider e Sari Gilman)
  • Mondays at Racine (Cynthia Wade e Robin Honan)
  • Open Heart (Cori Shepherd Stern e Kief Davidson)
  • Redemption (Jon Alpert e Matthew O’Neill)

Vai vencer: Open Heart

Feeling.

Agora é esperar para ver. E ou Lincoln vai ganhar uma enxurrada de prêmios, ou o grande vencedor da noite não ganhará mais do que no máximo 4 estatuetas. Parece que a coisa vai ser como 2006, quando os grandes vencedores daquela edição do Oscar ganharam em apenas 3 categorias cada (Crash, O Segredo de Brockback Mountain, Memórias de uma Gueixa, King Kong)

2 comentários

  1. se haneke discursar pelo oscar ganho de melhor diretor,o mundo será melhor


  2. se haneke discursar pelo oscar ganho de melhor diretor,o mundo será um lugar melhor



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: